quarta-feira, 3 de maio de 2017

Prova da I Unidade (TUrma 3ºE Matutino)

Escreva um texto dissertativo, com o mínimo de 30 linhas, expondo os fatores que levaram os Estados Unidos à Crise Econômica de 1929 e relacione-a com a economia cafeeira brasileira desse período.






PERÍODO: 12/05 - 14/05..

OBSERVAÇÕES: Não será aceito postagem fora do prazo, assim como também, cópias da internet, livros ou revistas. O objetivo desse trabalho é fomentar a produção textual, e não a colagens de trabalhos alheios.
Vale lembrar, que no Brasil, plágio é crime!

Valor: 04 pontos. 

8 comentários:

  1. Alunos: Aline Gomes, Aiala Cristiane, Henrique Marques, Paulo Alexandre, Rafaela Pires, Roberto Carlos, Rute Ferreira

    Ao terminara Primeira Guerra Mundial, os Estados Unidos se tornou o país mais poderoso do mundo.
    É importante cita que os Estados Unidos era responsável por quase 50% da desenvoltura industrial, os Estados Unidos viveu um período chamado "anos felizes", um momento de luxo e esbanjamento para os estadunidenses, que foi caracterizado pela expressão American Way Of Live.
    Após a Primeira Guerra Mundial, os Estados Unidos começou a produzir muito e vender pouco, pois os outros países estavam fracos financeiramente, por conta das dívidas de empréstimos e compras de armas e alimentações para a sobrevivência na Primeira Guerra Mundial.
    Mas os Estados Unidos continuou com a grande e acabou entrando em uma crise no ano de 1929. Com isso houve a queda de preços, dos lucros, a redução da atividade econômica e o desemprego de milhões de pessoas.
    Quando os Estados Unidos entrou em crise, afetou vários países, pois ele que era responsável pela produção de quase a metade do mundo, então é ai que chegamos a relação com a economia cafeeira do Brasil, pois o Brasil fornecia milhões de sacas de café para os Estados Unidos, só que os Estados Unidos não estava mais comprando produtos fora, por conta da crise e isso causou um grande declínio econômico que os cafeicultores foram a falência.
    A crise do café afetou até a economia brasileira, pois ele era o produto de maior investimento do capital das elites econômicas, pois o valor de sua exportação e importação era muito alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Texto muito resumido!! Não atingiu a quantidade mínima de linhas.

      Excluir
  2. A crise começou nos Estados unidos e acabou afetando o mundo inteiro, inclusive o Brasil. A crise ocorreu durante governos liberais, por causa do aumento de crédito, aumento que foi causado pelo estado. Os Estados Unidos emprestava dinheiro e exportava mercadorias para outros países que também sofreram na guerra.
    Após o término da Primeira Guerra Mundial os Estados Unidos tinha a economia mais rica do mundo, mais isso não foi por muito tempo os Estados Unidos em 1929 enfrentava a maior crise econômica da história, ocorreu entre a Primeira é a Segunda Guerra Mundial nos meses de setembro e outubro de 1929. Com isso tudo acontecendo os empresários passou a produzir cada dia mais e mais os seus produtos só que não encontrava compradores, porém foi baixando o preço dos seus produtos mesmo assim não encontrou consumidores, daí então eles começaram a produzir menos para vender mais, porém isso não adiantou muito pois contribuiu para que a taxa de desemprego só aumentasse.
    A queda da bolsa de valores se deu por causa do desequilíbrio da produção e do consumo, ou seja o preço das suas ações caiu descontroladamente levando muitos empresários e a falência, imagina o desespero desses mesmos ver tudo que foi conquistado se perder da noite para o dia. Os bancários também foi bastante afetado na queda da bolsa de valores, porque emprestava dinheiro e não recebiam de volta.
    Quando os gestores perderam tudo de uma hora para outras, muitos acabaram se suicidando, outros viraram mendigos, ou seja foi um período marcado por uma catástrofe.
    Com a crise de 1929 e os cafeicultores brasileiros foi bastante atingidos e prejudicados, porque os EUA era um dos maiores compradores de café, no período de crise o Brasil acabou perdendo vendas, o preço do café caiu e gerou milhares de desempregado, isso se deu porque os cafeicultores tiveram que queimar milhares e milhares de sacas de café.
    Portanto para recuperar a economia dos Estados Unidos foi possível criar o NEW DEAl, foram tomada as seguintes medidas: o controle de produção para os agrícolas e industriais, os empréstimos foi fundamental para que os fazendeiros pudesse quitar suas dívidas, o salário-desemprego tirou muitos desempregados da ruína, teve também uma carga horária de 8 horas para os trabalharem, entre ouros, com essas medidas os Estados Unidos conseguiu restabelecer boa parte da sua economia.
    Vale ressaltar que a crise ocorreu no período de 1929 e continuou em vigor na década de 1930, terminando apenas com a Segunda Guerra Mundial.

    Componentes:
    Bianca Rufino
    Gessica Silva
    Milena Karine
    Uiliane Santos
    Tainá Oliveira
    Valéria Cruz
    Yasmim Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -O que vocês quis dizer quando diz que o Estado foi culpado pelo excesso de crédito?
      -Não foram os cafeicultores que queimaram o café, e sim o Estado brasileiro que comprava o café nas mãos dos agricultores e depois queimava.

      Excluir
  3. A crise de 1929 ficou conhecida como a grande depressão econômica e o término desse período só foi acontecer depois da Segunda Guerra Mundial. Dentre os prejuízos, a crise acabou prejudicando a economia de vários países, causou desemprego e diminuição de produtos industriais na europa.
    Com o término da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), os países Europeus estavam totalmente devastados economicamente, ao contrário dos Estados Unidos, que acabou ascendendo como grande potência mundial devido ao seu grande nível de exportação de produtos para a Europa após tomar seus mercados econômicos e também aos empréstimos a juros altos que oferecia aos países mais atingidos. Os Estados Unidos começaram a lucrar com a exportação de seus produtos e a sua linha de produção aumentou a níveis absurdos, gerando um conceito conhecido como “American Way of Life” (Modo de Vida Americano), que consistia na ideia de que as pessoas deveriam consumir muito, começou a ser desejado por todos.
    Com preços baixos, abundância de empregos e agronomia em crescimento os EUA entraram em uma fase de superprodução que durou nos anos seguintes. À medida em que os países europeus se reerguiam, a exportação de produtos norte-americanos começou a diminuir, mas ao contrário do esperado, os EUA não diminuíram sua linha de produção, e sem a alta demanda dos mercados internacionais seus produtos começaram a lotar estoques, levando os EUA a ter que diminuir seus preços para vender mais em seu comércio.
    Com o decreto de falência de diversas empresas, não demorou muito até a taxa de desemprego começar a aumentar. Naquela época era muito comum que as pessoas investissem o dinheiro na Bolsa de Valores, sendo grandes empresários, pessoas de classe média ou baixa. No dia 24/10/1929, muitas pessoas tentaram recuperar o dinheiro que tinham investido vendendo suas ações, então 12 milhões de ações inundaram o mercado o mercado e a bolsa de valores de Nova York decretou quebra. A partir deste ponto a crise já havia se instaurado e diversos bancos e empresas faliram e muitas pessoas perderam o emprego.
    Já o Brasil, que tinha como principal produto de exportação o café, apelidado de Ouro negro, foi drasticamente afetado quando viu seu mercado internacional diminuir por conta da baixa procura do produto pelos Estados Unidos. Para não ter a desvalorização do seu principal produto, o governo brasileiro optou por ele mesmo comprar e queimar toneladas de café, além de também jogar diversas sacas do produto no mar, para manter o seu preço. Com a perda do espaço no mercado internacional os cafeicultores começaram a investir em outros setores de produção, como as indústrias, o que acabou sendo um ponto positivo para a economia do Brasil.

    Componentes :
    Amanda Gomes
    Douglas Santa Rita
    Jamile Santos
    João Paulo Nascimento
    Josilene Karolaine
    Laiana Moura
    Odara Conceição
    Ricardo Borges
    Suelen Rodrigues

    ResponderExcluir
  4. A grande depressão, também conhecida como crise de 29 foi uma pane na economia mundial,que teve início nos Estados Unidos da América. Após o fim da primeira guerra mundial os países envolvidos estavam quebrados,foram anos de guerra que custaram caro, enquanto isso os EUA estavam se fortalecendo produzindo suprimentos para exportar e também sendo fiador de alguns países que estavam em guerra,nesse período atingiu elevada produção o que causou uma supervalorização da indústria levando o país á uma ótima economia, sendo assim os preços caiam,havia muitos enpregos e isso levou os americanos serem consumistas demais,as ações das indústrias tornavam seus donos milionários daí as vendas foram elevando.Com o tempo a europa foi se reerguendo e não tendo a necessidade de ser suprido pelos EUA,os EUA se viu então com uma quantidade extraordinária de estoque e sem mercado consumidor,daí o valor das indústrias caíram e levou os donos de ações a falirem,ocorre então a queda da bolsa de valores de New York causando um efeito de crise econômica mundial,chegando a atingir o Brasil que exportava café para os EUA, se viu na mesma situação dos EUA,com um estoque dr café e sem compradores, foi necessário queimar toneladas de café para poder manter o preço do produto dentro do país.

    Sthefany Carvalho

    ResponderExcluir