quarta-feira, 3 de maio de 2017

Prova da I Unidade (Turma 3ºD Matutino)

Escreva um texto dissertativo, com o mínimo de 30 linhas, explicando os motivos que levaram a Alemanha a assinar o armistício em novembro de 1918, e exponha as punições impostas a essa nação no Tratado de Versalhes em 1919, e sua importância para a deflagração da II Guerra Mundial em 1939.




PERÍODO: 12/05 - 14/05.

OBSERVAÇÕES: Não será aceito postagem fora do prazo, assim como também, cópias da internet, livros ou revistas. O objetivo desse trabalho é fomentar a produção textual, e não a colagem de trabalhos alheios.
Vale lembrar, que no Brasil, plágio é crime!

22 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A Primeira Guerra Mundial teve como principal causa a disputa por territórios e pelo aumento da economia das maiores potências do século, apesar de alguns citarem a morte de Francisco Ferdinando como causa da guerra. Inicialmente, a guerra era entre o Império Áustro- Húngaro e a Sérvia. A Alemanha participou da guerra como aliada ao Império Áustro- Húngaro, dando sempre total apoio à invasões e mandando vários soldados para guerrear. Um dos maiores conflitos da guerra ocorreu na Bélgica, pois a Alemanha invadiu a Bélgica afim de chegar à França, mas a Inglaterra resolveu intervir e ajudar. O exército alemão teve que lutar em duas batalhas ao mesmo tempo, uma contra a França e outra contra o Império Russo. Apesar de guerrear por longo tempo, sem comida e sem descanço, as tropas francesas resistiam aos ataques inimigos, enquanto o Império Russo decaía. O campo de batalha era sempre movimentado, pois os soldados brigavam pelos pequenos espaços que encontravam, se escondendo sempre em trincheiras para se defender e esta foi a chamada "segunda etapa da guerra". Havia também a batalhe entre os navios, no qual a Inglaterra sobressaía. Contudo, apesar de ter ajuda de aviões e tanques de guerra, os soldados alemães já estavam em seu limite, muitos estavam cansados, famintos e doentes. A maioria eram mortos e feridos, e a Alemanha que investiu muito em armamentos e em suas tropas se via sem saída a não ser sua rendição. Foi assinado assim o armísticio que declarou uma trégua entre os países.
    No fim da Primeira Guerra Mundial, os países que guerrearam estavam totalmente destruídos e arrasados, pois empenharam toda sua economia em armamentos, tropas, munições e equipamentos. Por longo tempo, as pessoas encararam a fome e a miséria, assim, mulheres e crianças tiveram que trabalhar e ocupar postos em trabalhos que eram além de seus limites. As seqüelas da guerra estavam visíveis em todo o mundo, a Europa que era uma das maiores potências econômicas de sua época estava em ruínas, enquanto o Estados Unidos tomou seu lugar como maior exportador do mundo sendo que 50% de toda economia do mundo pertencia aos EUA. O Brasil, por sua vez, também teve participação na guerra ajudando a patrulhar o Atlântico Sul e enviando médicos para a Europa, também foi afetado pelo comércio internacional e não poderia importar, tendo assim que gerar produtos nacionalizados. Os países assinaram um acordo chamado Tratado de Versalhes, em que foi criado também a Liga das Nações, que tinha como principal objetivo unir os países do mundo inteiro e intervir em futuras guerras e/ou divergências. No Tratado foi escrito que os países perdedores supririam necessidades dos países vencedores, tais como: Armamentos, munições, etc; e pagaria idenisação para compensar o estrago causado pela guerra. Houve também uma cláusula que condenava a Alemanha como principal culpada pela guerra, então, a Alemanha teve que abrir mão de seus territórios como a Alsácia-Lorena que havia tomado da França e teve que devolvê-la, afundar alguns de seus navios, diminuir o número de seus soldados que não passariam de 100 mil, não poderia mais produzir tanques e armas, etc.
    Após a guerra, a Alemanha estava desvastada e sem condições de se manter, houve falências e desempregos . Os alemães ficaram revoltados e com sentimento de humilhação, o líder do país, Weimar, foi acusado de ser o culpado pela ruína da Alemanha e seu governo veio à baixo, assim, Adolf Hitler tomou o comando do país. O governo de Hitler teve seu lado bom e ruim; como lado bom Hitler expandiu a indústria que gerou muitos empregos, aumentou o poder militar e reergueu a Alemanha. Por fim, o lado ruim era o nazismo que foi imposto por Hitler, o racismo contra judeus que sujeitaram-se à morar em guetos e foram condenados à morte por intermédio de campos de concentração. Com a Alemanha reerguida e total controle do país, Hitler começou a Segunda Guerra Mundial 20 anos após a assinatura do Tratado de Versalhes.

    Alunos: Taíse, Stefane Pachla, Rafaelly, Geisilene, Bruna, Jéssica e Gabriel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -O texto não explica o que levou a Alemanha a assinar o armistício em 1918.
      -O texto se alongou em assunto que não estava intimamente ligado à questão.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. No final do outono de 1918 as tropas alemãs estavam exaustas diante o campo de batalha, o apoio logístico estava encontrando enormes dificuldades, a Alemanha sofria com a agitação social, aliados importantes se renderam (Império Austro-húngaro, Bulgária, Império Otomano) a Alemanha viu-se forçada a buscar um armistício com os aliados, Em 7 de novembro, o chanceler alemão, Max von Baden, enviou alguns delegados a França, a fim de negociar o acordo, firmado na manhã do dia 11 de novembro de 1918. No ano seguinte o Tratado de Versalhes foi assinado na conferencia de paz de paris que impôs varias restrições ao pais.
    O Tratado de Versalhes foi um tratado de paz que encerrou a primeira guerra mundial, criado em 1919 pelos vencedores da primeira guerra mundial a tríplice entente (Inglaterra, França, EUA e seus aliados ) visando por um fim ao conflito. O tratado pós fim as brigas e disputas iniciadas em 1914 entre as principais potencias europeias, devolvendo ao continente a paz e determinando as consequências do conflito e os rumos das relações no continente e fora dele o Tratado de Versalhes calou definitivamente os canhões e cessou o combate que ainda perdurava no continente desde a assinatura do armistício.
    Um dos principais pontos do tratado foi aprovação da liga das nações que depois da segunda guerra mundial se tornou a ONU(organização das nações unidas), um órgão internacional que atuaria como regulador da situação politica do mundo, buscando resolver atritos e disputas de forma mais efetiva zelando pela manutenção da paz e da prevenção ao uso da força.
    Thomas Wilson era então o presidente dos Estados Unidos na época ele foi essencial na manutenção da paz por cerca de 20 anos na Europa graças aos seus 14 pontos mais conhecidos como os “14 pontos para a paz” criado pra evitar guerras futuras foi também a base para a liga das nações.
    O tratado determinava que a Alemanha arcasse com todos prejuízos causados pela guerra. De maneira injusta, o tratado colocava toda a culpa da guerra na Alemanha, principalmente em perdas econômicas. Os alemães tiveram que arca com uma despesa de 269 milhões de marcos, o equivalente a 33 bilhões de dólares foram impostos pelos Ingleses e Franceses, que visavam pagar os prejuízos das industrias e da agricultura que proviam o desenvolvimento econômico desses países. Essa exigência fragilizou a economia alemã, já abalada pela própria guerra .
    A Alemanha foi obrigada a reconhecer a independência da Áustria,Tchecoslováquia e Polônia, também foi forçada a negociar os domínios coloniais ultramarinos em favor a os aliados.
    Sofreu determinações como a devolução, dos territórios da Alsácia-Lorena á França e a propriedade das minas de carvão situadas na bacia do Rio Sare. O território da Prússia foi desmembrado da Alemanha pelo Chamado Corredor Polonês. Ocupação da margem esquerda do Rio Reno pelas forças aliadas. Proibição da Alemanha de fabrica armas, redução do exercito alemão ao numero máximo de 100 mil homens, Foram confiscados da força militar Alemã frotas de aviões, submarinos e navios de guerra, também ficou proibida de fabricar e importa carros blindados, tanques e artefatos de guerra.
    O Tratado de Versalhes, ao redesenhar os mapas, extinguindo países, criando outros e dividindo ainda outros, causou ainda mais tensões em varias regiões plantando as sementes para novos conflitos que assolaram todo século XX.
    O Tratado de Versalhes também contribuiu para alimentar um espirito de revanchismo no povo alemão contra as nações que usaram o tratado para neutralizar o poder da Alemanha. E foi assim que Hitler chegou a comandar esse pais alimentando a raiva e o ódio do povo alemão para subir e estabelecer seu o nazismo na Alemanha e assim iniciando a Segunda Guerra Mundial.

    Alunos: Eduardo Rodrigues, Yuri Reis, Albert Allan, William Ademar, Daniel Correia, Hugo Olivier, Fernanda Miranda, Adryani Ribeiro, jade, Lucas Oliveira e Douglas Felipe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.infoescola.com/historia/tratado-de-versalhes/

      -Não explicou os motivos que levaram a Alemanha a assinar o armistício em 1918.

      Excluir
  10. Em 11 novembro de 1918 houve o que chamamos de armistício, pórem não ocorreu como todos imaginam. A Alemanha não perdeu a primeira guerra mundial, mas desistiu antes mesmo que isso pudesse acontecer, pois os seus aliados: império Austro Húngaro, império Otomano e Bulgária se renderam por perderem forças militares e ficaram fracos politicamente e economicamente, obrigando assim a Alemanha assinar o armistício, que tinha como principal objetivo a paz, acabando assim com ações militares entre a tríplice aliança e a tríplice entente.
    Em 1919 os países da Europa assinaram o tratado de Versalhes, que tinha um dos principais pontos definidos por ele que foi a instituição da liga das nações, onde é um órgão internacional que atuaria como regulador da situação política, onde busca resolver uma disputa, tenta zelar a paz entre as nações, encerrando definitivamente a primeira guerra mundial que por consequência, trouxe consigo grandes punições para a “causadora da guerra” a Alemanha, que foi obrigada a reduzir suas tropas pela metade, para evitar que houvesse o crescimento do seu exército e não ocasionasse uma revolta, impuseram ao estado Alemão indenização muito alta de aproximadamente 34 bilhões de dólares, sendo assim, “matou’’ a Alemanha economicamente, politicamente e militarmente, perdeu algumas de suas colônias por questões econômicas, entre elas a Polônia e restituiu a Alsácia-Lorena à França”.
    Como foi citada antes, a perda do território da Prússia foi desmembrando o corredor Polonês que dava acesso ao mar.
    Como é de esperar, foi imposta a Alemanha a lei que dizia que não poderia investir, fabricar e nem importar armas, como: carros blindados, tanques e afetos de guerra, além do que deteram e confiscaram toda a sua frota de aviões e submarinos de guerra.
    De acordo com a contagem de artigos impostos à Alemanha no tratado, podemos destacar o território alemão que foi tomado pelas forças aliadas (a tríplice entente) a margem esquerda do rio Reno.
    Além disso ainda em 1919, após a quebra da Alemanha, surge a república de Weimar, que até então era um país parlamentar, mas após a guerra se torna uma república, que por sua vez reconheceu a independência da Áustria. Onde Muller assinou o tratado de Versalhes, deixando assim o país em estado de humilhação, isso trouxe revolta a raça ariana que ficou com um sentimento de revanchismo, tendo como desejo a restauração da Alemanha.
    Foi com todo esse declínio que o governo Nazista entrou na Alemanha, impondo a ditadura para reerguer a economia alemã.
    Após a crise em que a Alemanha se encontrava, Hitler é preso ao tentar dar um golpe no estado e enquanto esteve na prisão escreveu um livro que falava sobre os seus ideais. Por ter uma boa eloquência na sua comunicação Hitler é posto no poder (chefe do governo) democraticamente o que é uma grande ironia já que Hitler era contra este regime. O Parlamento Alemão pegou fogo e Hitler encontra uma brecha para acusar os comunista e assim exterminar os seus concorrentes. O presidente Hindenburg adoece e morre, logo em seguida Hitler toma o poder por completo, ficando com o seu título e o do falecido líder, sendo considerado pelo povo de “Fuhrer”.
    Como líder do grupo nazista Hitler, iniciou a quebra do acordo, descumprindo o tratado, investindo em seus exércitos e armamentos bélicos, investiu em indústrias, aumentando sua capacidade de homens na linha de frente, tentando assim recuperar tudo o que foi perdido após o tratado e reconquistar o orgulho da sua pátria, um de seus atos foi invadir e retomar a Polônia, uma área que por causa do tratado tiveram que ceder, por contra partida Inglaterra e França declararam guerra contra a Alemanha o que foi uma das grandes causas que deram início para a II guerra mundial.
    Alunos: Michelle Katharina, Thiago Ferreira, Alisson Couto, Felipe De Jesus, Sandy Souza, Weslei De Almeida e Suane Souza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -Precisa ter cuidado com a organização textual.
      -Não explicou completamente os motivos que levaram a Alemanha a assinar o armistício em 1918.

      Excluir
  11. Em 1918 a Europa se encontrava em uma decadência e uma crise terrível. Fome e miséria por todo o continente, praticamente selando a chamada Grande Guerra na época. Após a entrada dos Estados Unidos no conflito unido à Tríplice Entente, os países Aliados começaram a se render, ficando sobre responsabilidade da Alemanha lutar pela vitória, mas não foi bem assim que aconteceu. O país começou a passar uma imensa crise, a população estava praticamente abandonada, passando por crises financeiras e escassez de alimentos, as tropas alemãs começaram a decair e a população começou a revolucionar. Dia 9 de novembro do mesmo ano, foi anunciada a abdicação do Kaiser e no dia seguinte Friedrich Ebert assume o poder temporariamente. Ebert decidiu então assinar um armistício como uma prova de rendição e um pedido de paz, aceitando as decisões impostas pelos vencedores, exceto a devolução dos mares, a recuperação das áreas que foram conquistadas deveriam ser vistas de forma melhor. E por fim a independência dos povos vassalos na Áustria Hungria. O país teve que entregar cerca de 160.000 veículos em bom estado. Mesmo com duras condições, a Alemanha não teve outra opção se não aceitar. Então, dia 11 de novembro foi assinado o armistício e deu-se o fim da Primeira Guerra Mundial.
    Finalizada a Grande Guerra, os comandantes das nações vencedoras uniram-se em uma conferência em 1919, no Palácio de Versalhes, na França, e fizeram um documento chamado de Tratado de Versalhes. O tratado deu inicio à criação da Liga das Nações, composta pelos comandantes das nações, feita com o intuito de que houvesse paz entre os países do mundo e para evitar que houvesse outras guerras, até conseguiram controlar e evitar que alguns conflitos acontecessem, mas quando se tratava de grandes potências, a liga não tinha muito o que fazer e por isso não deu muito certo, principalmente depois que o presidente dos Estados Unidos desfez essa união por conta das desavenças que vinham ocorrendo entre os comandantes da liga. O tratado também colocava a Alemanha como única culpada pelo conflito, e foi o país que mais se prejudicou com as punições colocadas no documento. Sendo assim ela foi comprometida a pagar uma serie de exigências como reconhecer a independência da Áustria; a devolução dos territórios da Alsácia Lorena à França; entrega das províncias de Posen e Prússia Ocidental para a Polônia; perdeu parte do seu território para Belgica; pagamento aos países vencedores uma indenização pelos prejuízos causados durante a guerra de cerca de 269 bilhões de marcos; proibição da aeronáutica alemã; reduzir seu exercito para no máximo 100 mil soldados; foi proibida a fabricação de armamentos pesados; reduziu a marinha alemã para 15 mil marinheiros. E mesmo com a injustiça dos vencedores, o imperador alemão assinou o documento.

    ResponderExcluir
  12. Porém, um soldado chamado Adolf Hitler não conseguiu aceitar as decisões impostas no Tratado de Versalhes. Então, Hitler começou a lutar pelo poder na Alemanha em 1919, quando se untou ao Partido Nazista. As crises que vinham ocorrendo na Alemanha depois da Primeira Guerra, as decisões impostas no Tratado de Versalhes e a humilhação que o país sofreu com essa rendição, o descontentamento social com o regime democrático e o apoio da população ao partido socialista, fizeram com que a alta burguesia alemã apoiasse o partido Nazista, e ajudou para a chegada de Hitler ao poder. Hitler se juntou com o ex Chanceler Franz Von Papen, e começaram a trabalhar em uma união para que o ex-soldado assumisse o poder e viesse há se tornar então o novo Chanceler da Alemanha. Após assumir o poder em 1933, Hitler voltou a fabricar armamentos pesados ignorando as leis básicas de paz impostas pela Liga das nações. Com o seu partido Nazista, o chanceler começou a remover da política alemã todos os partidos de oposição, e brevemente o Nazismo dominaria a Alemanha. Então, agora o objetivo de Hitler era reconquistar os territórios perdidos após a Primeira Guerra. E em 1939 o exército alemão invadiu a Polônia e deu-se inicio a Segunda Guerra Mundial.
    Equipe: Leiany, Larissa, Ellen, Antônio, Keven, Tailane Santos e Victoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -Não respondeu completamente sobre os motivos que levaram a Alemanha a assinar o armistício em 1918.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Com a entrada dos Estados Unidos na guerra, a Alemanha concentrou suas melhores tropas no ocidente, pois ainda tinha esperanças de continuarem a guerra. Mas na verdade não tinha mais condições para fazê-lo. A Alemanha ficou sozinha na guerra, e dentro do seu território a situação politica se agravava, já que as forças politicas provocaram a abdicação do imperador Guilherme II.
    Depois de quatro anos de sofrimento, mortes, bombas de gás (gás cloro, mostarda e etc.), doenças e muito horror, a Alemanha finalmente se rende. Em 1918 ela assinou um armistício bastante desvantajoso, pois tinha perdido muito de seus soldados, tanto para os combates quanto para a fome, sede e invalidez. Sem suprimentos necessários seria impossível se manter na guerra já que os Estados Unidos estava do lado da tríplice Entente e estava com muito mais vantagens do que a Alemanha.
    No palácio de Versalhes, no período de 1919 e 1920, houve uma serie de conferencias com a presença das nações vencedoras. Os representantes eram os Estados Unidos, Inglaterra e França. Os alemães foram obrigados a assinar o tratado de Versalhes em junho de 1919, ameaçados de terem seu território invadido.
    Nesse tratado tinham diversos artigos, como por exemplo, os alemães tiveram que entregar a região da Alsácia-Lorena à França, já que esse era um território de extrema importância para economia dos franceses antes da guerra franco prussiana. Tiveram que ceder territórios à Bélgica, Dinamarca e a Polônia. Com destruição das minas de carvão da França, a Alemanha teve que pagar pelos prejuízos de guerra, cedendo o território do Sarre à França a propriedade inteira e absoluta. Foi imposta a Alemanha que entregasse todos os seus navios mercantes à França, Inglaterra e Bélgica. Estabeleceu também que a Alemanha só poderia ter 100 mil soldados voluntários, além de pagar uma enorme indenização de aproximadamente 33 bilhões de dólares aos países vencedores.
    A Alemanha foi denominada responsável pela guerra e as consequências que ela trouxe inclusive as perdas econômicas. Suas forças armadas foram reduzidas para evitar uma revanche por parte do país perdedor.
    Todas essas imposições do tratado causaram indignação em grande parte de seu povo, principalmente os militares, já que quando o armistício foi assinado os militares ainda estavam em campo de batalha e não tinham permitido que nenhum exercito inimigo adentrasse no território alemão.
    Os militares alemães não concordaram as condições do tratado de Versalhes, pois acharam as punições muito severas, exageradas e humilhantes, mas essas condições já tinham sido decididas por seu superior, aumentando assim o ódio pelos países vencedores.
    O tratado levou a criação da ligação das nações que visava manter a segurança coletiva, porém falhou. Alguns historiadores acreditam que o tratado de Versalhes foi o responsável pela segunda guerra mundial, já que a Alemanha não se sentia perdedora da guerra, e sentia-se injustiçada.
    A Alemanha teve seu nacionalismo crescendo e junto com ele cresceu um desejo de vingança que, como resultado houve o nazismo liderado por Adolf Hitler, sendo ele muito estratégico e com um grande poder de manipulação, soube explorar muito bem esse sentimento de insatisfação da população, dizendo assim o que todos queriam ouvir e sugerindo soluções para a humilhação que todos carregavam em seus ombros. Ele teve uma mente brilhante e aos poucos foi quebrando artigos do Tratado sem que ninguém se importasse, pois não levantava suspeita de seus reais interesses, como por exemplo, aumentou o número de seus exércitos e fabricando mais armamentos, além de resolver que a Alemanha não pagaria mais nada as outras nações. A primeira guerra foi chamada de, “Guerra para não haver outras guerras.” Mas não foi isso que aconteceu, já que, vinte e um anos depois ocorreu a segunda guerra mundial.
    Equipe: Amanda, Virna, Leandra, Alessandra, Emilly, Keyla e Estefany.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -Cuidado com a acentuação das palavras.
      -Não explicou completamente os motivos que levaram a Alemanha a assinar o armistício em 1918.

      Excluir